Any pill goes

Alan, como todo mundo sabe, tem um pé esquerdo no mundo das drogas. Legais, claro, ou eu não estaria aqui candidamente confessando. O passaporte de consumo assinado dele, que na California teria direito à maconha legal, é uma dor neurológica crônica resultante de um acidente que há mais de 40 anos afetou alguns discos da sua coluna, dor que o deixa louco às vezes, mas que quando medicada… o deixa mais louco ainda, sabem como é. De um jeito ou de outro, é o lado infernal do nosso casamento. Saber que não passa de um ódio químico — e que tudo passa, este surto também há de passar —, não constitui pra mim nenhum consolo, juro. Quando estou no inferno, tenho que me queimar.

O resto, aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *