Como Getúlio, bem, mais ou menos

Aos poucos, mamãe vai saindo da vida e entrando na história. É um processo bacana, porque todas as mágoas ficam (finalmente) para trás e só resta a graça, um alívio.

Pra quem é jovem demais, esclareço o título acima, agora tô nessa de esclarecer o que escrevo. Quando Getúlio Vargas, que não deixou saudade, pelo menos pra mim, se matou em agosto de 1954, deixou registrado em seu bilhete de suicida: “Saio da vida para entrar na história”, a dele com H maiúsculo, claro.

Prefiro as minhas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *