Manifestação

MANIFE~2Tudo o que é necessário para o triunfo do mal é que homens bons nada façam.

Edmund Burke

 

Como todo mundo sabe, e se não sabe já vou logo confessando, quando aconteceram as famosas “manifestações” nas ruas do país, propagadas muito eficientemente pelas redes sociais — como vocês sabem, o imenso poder das redes sociais é um poder nada mudo, porém meio cego e surdo, quer dizer, tanto serve para o bem, como para o mal —, eu estava totalmente alienada por circunstâncias profissionais, e quando acordei, digo, emergi do meu mergulho pessoal, não tinha visto, sentido nem escutado nada. Estava em outro planeta. Literariamente.

Num primeiro momento, desprezei. Estava cansada demais, virada demais, investida demais. Mal tinha condições de falar, que dirá de expressar opiniões.

Mas o tempo foi passando e fui escutando, assuntando, discutindo com os mais chegados. Um amigo chegou a compartilhar sua opinião, que não endosso, de que “só sangue pode mudar tudo isso que está aí”. Bate na madeira três vezes, até mais, se preciso for.

A Ivete já vai logo acrescentando que há algo por trás, algum interesse escuso, e por que não dizer, financeiro, por trás de tudo isso que está acontecendo. E me informa que o prefeito de Itaipava (?) decretou feriado na sexta para favorecer a pública exibição — se eu fosse derramar meu coração diria logo “falta de discernimento”, manipulação, não confie em ninguém que detém o poder de controlar a sua ação —, é, com dia e hora marcada para a execução (entendam como quiserem). Manifestação popular endossada pelo poder em questão? Hum. No mínimo estranho.

Resto, aqui.

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *