O lado obscuro do protecionismo

eichmanjerO assunto já está velho, mas creio que posso ter o orgulho de ter sido uma das primeiras brasileiras a ver o desempenho surpreendente e admirável de Matthew McConaughey e Jared Leto à frente do “Dallas Clube de Compras”, tanto que, nas apostas do Oscar, o prestígio dos atores aqui na terrinha estava bem por baixo, sinal inequívoco de que não tinham sido assistidos.

O cinema, embora muitos considerem que esteja em decadência, é ainda uma das grandes formas de comunicação de sentimentos e até de educação na sociedade contemporânea, e não me refiro somente à telona, ao ritual de sair de casa etc. Fora do Brasil já estão em vigor vários mecanismos de propagação bem bacanas, entre eles o Amazon Instant Video e a supercool Apple TV.

Ah, vocês estão aí se perguntando por que a gente não tem acesso no Brasil?

Pois é. Adoro cinema, uma das minhas formas favoritas não só de relaxamento e diversão, mas também de reflexão. E como optei (muito sabiamente, aliás, sem nenhuma modéstia) por morar no mato, me vejo muitas vezes restrita ao pay-per-view, com todos os atrasos incorporados, sabem como é. Parte da opção por morar no mato inclui também (ou deveria incluir) uma baixa geral no nível de ansiedade, da obrigação de sair correndo para ver as coisas antes de todo mundo que me acometeu por longos anos, desde a infância. O filme aí de cima, por exemplo, assisti em Paris como já contei. Quanto à reflexão, esta semana me deparei com uma boa surpresa no canal a cabo, o filme de Margarethe von Trotta sobre o julgamento de Eichmann em Jerusalém, isto é, sobre o livro que Hannah Arendt escreveu sobre o julgamento de Eichmann em Jerusalém que mudou sua vida, e também a de todos os judeus e intelectuais no mundo, levando-os a refletir sobre uma série de assuntos delicados e primordiais, ou, por outro lado, a se revoltar contra as ideias da escritora. Ato contínuo, baixei o livro no meu Kindle.

Resto, aqui.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *