O prepúcio de Cristo

A boa literatura, como poucos sabem, não é tudo isso que está aí. É um pouco mais, que muitos não conseguem compreender, até porque dela não conseguem se aproximar, impedidos pelos traficantes de mentes que a tentam engarrafar.

Passado o frisson do desafio da sobrevivência do livro, ufa, contrariados finalmente os piores prognósticos dos amadores do peso e viciados em cheirar papel, com a deliciosa consequência de não ter sido decretado o fim do livro, mas sim seu renascimento, desembaraçado de qualquer constrangimento, estando neste momento o hábito da leitura adentrando os mais insuspeitados estabelecimentos, resta-nos a mais impertérrita missão, é isso mesmo — não entendeu, não? vá ao dicionário que vai lhe fazer muito bem, e além disso aprenderá uma nova coisa, tem dicionário online também e até embutido no seu Kindle, à distância de um botão, imagine —, de mostrar ao povo que além do fico, resta ao livro e ao eterno afinco do escritor a batalha do conteúdo.

O resto, aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *