Outubro crucial

De onde menos se espera, daí é que não sai nada mesmo.
Barão de Itararé

 

Embora, vamos combinar, o décimo mês do ano tenha adquirido ao longo dos anos uma reputação sofrível, este outubro do ano do Senhor de 2012 promete. Claro, periga ainda por cima ser o nosso último, ou com tantos acontecimentos incríveis todo mundo já esqueceu isso? Ah. Bom. Não é o “mundo” que vai acabar, é o “mundo como o conhecemos” que está prestes a se desmanchar, e está mesmo, tem sempre uma desculpa para todo tipo de profecia que falha, tudo bem.

Neste outubro serão definidos em vários níveis (ui!) os destinos do mundo, de vários mundos, o daquele partido que parecia tão instigante, por exemplo; arrastando na queda um histórico brilhante, hoje vermelho de uma vergonha exposta que nem assim ousa confessar, está na reta direto neste domingo. Esse povo nunca me enganou.

Tá certo. Agora é fácil falar, mas mentir, como todo mundo sabe, faz crescer o nariz, ainda que seja com uma prótese de silicone, se é que vocês me entendem. Extirpação nele!

O resto, aqui.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *