Verdades e veleidades

discovery

Bem que procurei uma mulher com cabeça de lâmpada, “iluminada”, digo, mas o sexo “fraco” nunca é percebido como o sexo “gênio”, não é mesmo? Mundo machista.

Todo mundo sabe que a grande imprensa é detentora de todas as verdades, mesmo aquelas que na verdade não o são, bem, era, pelo menos. Porque hoje em dia, com as redes sociais e sua ampla democracia, a mentira não somente continua tendo pernas curtas, como também adquiriu vida curtíssima. Infelizmente, a verdade também tem se tornado bastante capenga, como descreverei a seguir.

Nem estou falando de nada sério, crônica e domingo não favorecem seriedade, sabem como é, mas desse tipo de veleidade sem base na realidade que se propaga por aí aos quatro ventos (será que com tanto avanço tecnológico continuam sendo só quatro mesmo?).

Vou começar falando de um desafeto, pois aos amigos, tudo, não é mesmo? E aos inimigos… os fatos. Que de um jeito ou de outro ainda falam alguma coisa, embora às vezes bem baixinho, murmurando, massacrados pelo medo impositivo de providências não muito legais, legais no sentido de bacanas, claro, não de submetidas aos tribunais.

Tenho uma amiga colunista, por exemplo, que escreve textos loucamente deliciosos, com um sabor único de quem passou por tudo aquilo e sabe muito bem o que está nos contando, embora distorça a realidade e a misture com sonhos por pura diversão, dela e nossa, mas que ultimamente anda com tanto medo de ser processada pelos pobres (ou podres) de espírito que a cada dia vai deixando mais sufocada a sua graça natural, cortando tudo o que a faz genial. Pena.

Já eu, vocês sabem, sou destemida, nem aí para o risco de ser reprimida pela mediocridade alheia, afinal de contas, é tudo uma questão de bom humor e espírito esportivo, duas qualidades francamente em baixa em nosso mundo empastelado. A não ser com aquele tipo de coisa que acaba com qualquer vontade de… melhor esquecer, ih, já me deixei avacalhar, ou melhor, que me estrangulassem a intenção de criticar.

Resto, aqui.

 

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *